Dois anos de Marketing de Busca

O MB tem 2 anos: já caminha, diz papá, mamá e SEO. Para ser honesto, o MB tem dois anos e uma semana, deixei passar a data (era dia 19…)

Nos tempos em que blogs eram blogs os aniversários eram celebrados ao minuto e esta falha não teria acontecido. Agora este tem dias: ora embala vertiginosamente numa sequência de posts compostos num curto espaço de tempo; ora se ressente da motivação para acompanhar os desenvolvimentos do mundo dos motores de busca e se torna naquela coisa que se faz depois do trabalho, do lazer e dos tuítes.

Nestes dois anos o Marketing de Busca conquistou leitores, um espaço próprio, muitos links e posicionamentos interessantes nos resultados do Google para keywords competitivas. O MB já foi referenciado nos jornais, o seu autor também e recebeu até propostas de emprego. Mais importante, o MB é hoje uma marca com um espaço e identidade próprios (leiam a próximo entrada para compreender a importância de branding.)

Porque sem vocês este blog não faria sentido e porque, ou como dizia o Seth, é um privilégio ser vosso anfritião, vou terminar esta entrada com alguns dos conselhos que deixei a uma leitora com “uma paixão enorme por webmarketing e SEO” e que pretende aprender mais. Esta é a versão longa da mensagem que lhe enviei:

A minha abordagem foi de tentativa e erro, um percurso lento e muito pouco recomendado. Escrevi-o numa das primeiras entrasdas: uma das minhas primeiras acções de SEO foi pedir aos meus contactos que clicassem no site da minha empresa nos SERPS para a fazer subir… Embaraçoso, eu sei, já lá vão uns 5 anos…

Li o seobook mais tarde, na altura já dominava mais de 90% do que o Aaron ensinava e ainda assim o achei bastante útil.

A quem se inicia recomendo que se decida porque (sub)área quer começar (seo, ppc, e-com, viral/social, aff., ) e que conheça essa área a fundo. Que seja inquisitivo e não tenha medo de pensar. E que leia sobre mkt, muitos dos que estão nesta área não têm um conhecimento profundo de mkt, por vezes nem sequer das suas bases.

Se quer começar pelo SEO aconselho a leitura dos guias do seomoz e posterior subscrição de um dos programas pagos (seomoz ou seobook, sendo que este último deve dar acesso ao seobook). Em adwords há alguns bons guias por aí e a possibilidade de treinar para ser um adwords qualified individual. Dos outros não poderei servir de muito mas, acima de tudo, e isto é fundamental, há que experimentar. Seja com um blog, um site, investir algum tempo num projecto. Que seja com paixão e vontade de criar valor.

Não há maneira de falhar, porque tudo o que vier será ganho.

Nota: Esta entrada vai propositadamente sem links. Descubram porquê.

GooglePT com novo logo… só hoje

A equipa do Google.pt não perdeu tempo e tratou de actualizar o logo da empresa no google.pt assim que foi confirmada a boa nova:

 doodle google porto

O autor deste doodle já confessou que para o ano o desafio será maior: Um dooodle, com três O’s!

Estou certo que falo pelos bloggers do Planet G33k, onde este feed é agregado, quando digo que este título é justíssimo e está entregue à melhor equipa nacional. :D

Comentários de volta

Os comentários deste blog estão de novo em pleno depois do «pequeno» problema que os forçava a entrar numa entrada distinta daquela onde eram inseridos. A causa? O sidebar widgets. Aparentemente esta extensão é incompatível com o template deste blog. Estou seriamente a considerar um novo template, até lá, e enquanto não atinar com a segunda coluna na barra lateral, este blog permanece sem blogroll.

Ainda sobre os comentários, já havia a opção de subscrever o feed de cada entrada, agora podem receber comentários subsquentes no vosso email, graças a uma nova extensão.

Os trabalhos dobrados de um geek meio tubarão- meio esquilo

Foi hoje apresentada oficialmente a rede tubarãoesquilo (TE), um projecto editorial de blogs ao qual o Marketing de Bbusca se orgulha de estar associado. São já perto de três dezenas os associados, entre blogs criados ao longo dos últimos 6 meses já na rede como é o caso deste e blogs transferidos de outras plataformas.

tubaraoesquilo

Como “agente infiltrado;) da TE no PlanetGeek, para o qual foi convidado recentemente gostaria de responder às críticas que os co-planetários Marco, João e Mário lhe dirigiram. E eu que não sou especialista na matéria, nem estava por dentro da polémica lá fui consultar a autoridade maior e infalível da internet: A wikipedia!

As críticas são sobretudo dirigidas ao título do comunicado de imprensa: “PRIMEIRA REDE EDITORIAL DE BLOGUES”. Para quem não está por dentro o primeiro agregador/planeta português é o P*, do qual originou posteriormente o Planeta Geek. Resta saber se são redes o mesmo que planetas?

A wikipedia remete para a página do Planet:

Planet is an awesome ‘river of news’ feed reader. It downloads news feeds published by web sites and aggregates their content together into a single combined feed, latest news first.

Já sobre as redes de blogues vale a pena citar a wikipedia:

A collection of weblogs which are organized and run loosely by centralized management team. Many weblog networks resemble loose examples of magazine publishing houses. Many blog networks seek economy of scale and scope effects to support their web blog authors. Most blog networks make money via advertising revenue.In the future blog networks may bundle their offerings together in RSS readers.”

Eis o que distingue redes de blogs e agregadores: a rede é pensada como um portfólio de publicações destinados a ocupar determinados nichos e a suportarem-se mutuamente bem como aos objectivos da própria rede, sem com isso colocar em causa a independência do blog e do autor – o que aqui publico faço-o livremente e com direitos reservados. Há ainda vários projectos que estão na calha e que não vou aqui discutir. O agregador da rede no site da TE será apenas uma das suas faces visíveis.

Se querem um exemplo porque o PGeek não cabe nesta definição de rede vejam a lista de membros do PGeek onde tanto o João José como o Marco Neves escrevem (e bem) sobre os mesmos temas que aqui abordo. Para haver mais de um blogs numa rede haveria que verificar-se pelo menos um dos dois pressupostos seguintes: audiência elevada e diferenças de abordagem claramente perceptíveis para o visitante. A rede não tem interesse em canabilizar os seus projectos, ainda que existam audiências para os três.

NOTA: um erro na DB faz com que os comentários desta entrada apareçam publicados aqui. Se quiserem comentar usem esta caixa ou façam um trackback do vosso blog, parece estar a funcionar. Transferi-los-ei assim que a assistente da TE corrigir o software (fringe benefits ;) ).

De passatempo a ocupação

Comecei a interessar-me pelos motores de busca quase que por acaso. Alguém perguntava num fórum se era possível que o site do seu hotel aparecesse na primeira página dos resultados do Google para a busca “hotel + nome da cidade“. Meti a minha colherada (com algumas gaffes pelo meio) e estarei eternamente agradecido ao membro que sugeriu uma visita ao WebmastersWord. A informação que encontrei dispersa pelo site despertou em mim o interesses para a optimização de sites e desde então sigo diariamente o que se passa no mundo dos motores de busca e esforço-me para que os meus sitios e blogues estejam acessíveis aos utilizadores, aos motores de busca, e por todos sejam confiados.

Este blogue é o passo seguinte no meu percurso: um sitio inteiramente preenchido com informação e opinião sobre o funcionamento dos motores de busca, dicas, conselhos sobre como ajudar, e talvez mais importante como não ajudar, os motores de busca a encontrar o seu sitio ou blogue, os impactos dos motores de pesquisa na privacidade e negócios, na forma como interagimos, nas notícias…

De certa forma trata-se de um projecto de auto-desenvolvimento, publicar as minhas impressões online exigirá de mim que apure as minhas impressões e teste as minhas suspeitas, para além de me forçar a mantêr-me actualizado com os últimos desenvolvimentos no mundo da Busca.
Paralelamente aos mais recentes desenvolvimentos, publicarei aqui algumas entradas destinadas a todos aqueles que só agora se iniciam na compreensão deste fenómeno. Ao longo das próximas semanas publicarei duas séries de tutoriais: optimização para blogues e gestão da reputação online.

Sejam muito bem vindos!
António Dias