Anúncios do Sapo ou Adwords?

anuncios sapo A PT aliou-se recentemente aos principais grupos de media nacionais para uma rede de anúncios de texto transversal a todos os sites e publicações dos respectivos grupos.

Com esta mudança saem a ganhar os anunciantes que podem colocar anúncios em todos no sapo e nos principais sites de conteúdos portugueses através de uma única plataforma e ganham os produtores de conteúdos que dispõem de um maior leque de anunciantes e de maior controlo sobre os anúncios que publicam.

Para saber mais leia as minhas respostas no webismo e veja a notícia do anúncio.

Anúncios do Sapo ou do Google?

Não sei se é intencional, mas ocorreu-me que o posicionamento enquanto alternativa ao adwords é bastante engenhoso por parte dos anúncios do Sapo. Todavia, tal não fará grande sentido.

adwordsBasta lembrar que 94% das buscas feitas em território nacional são do Google.

E que as principais publicações nacionais estão na rede do sapo.

Corolários:

=> O anunciante que deseja anunciar nos resultados de busca não tem forma de fugir ao Adwords. O Sapo terá 5% do mercado de busca.

=> O anunciante que pretende publicar anúncios de texto contextuais junto das principais publicações nacionais terá que usar os anúncios do Sapo.

=> O anunciante que queira publicar anúncios num lote diversos de sites, incluindo blogs, publicações de nicho e outros generalistas poderá optar entre o Adwords e os anúncios do Sapo.

p>Sobretudo para pequenos e médios anunciantes, a escolha continua a ser muito limitada, apesar desta iniciativa da PT e dos grupos de media.

PS: Com esta concertação de vontades dos grupos de media não percebo porque, em vez de se queixarem do Google, os jornais não acabam com o Google News Portugal.

Sim, escrevi acabar; sem as notícias destes meios o Google News perde todo o interesse. Existe até um serviço externo que poderia substituir com sucesso o GNews, se os jornais o quisessem comprar (eu devia pedir uma comissão por coisas destas ;).

Comments

Comments are closed.